terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Carta de Michel Temer a Dilma - verba volant, scripta manent

A carta de Michel Temer a Dilma Rousseff é de rompimento explosivo e explícito.

Carta de Michel Temer a Dilma - A epígrafe em latim -- "verba volant, scripta manent", ou "as palavras ditas voam, as escritas permanecem" -- aponta um caminho sem volta, enfatizado pela última frase: "Finalmente, sei que a senhora não tem confiança em mim e no PMDB, hoje, e não terá amanhã. Lamento, mas esta é a minha convicção". E se Michel Temer, naturalmente reservado, escreveu-a é porque a roda do impeachment começou a girar na direção oposta à pretendida pelo governo.

Após a divulgação do teor da carta, Temer concedeu entrevista ao jornalista Jorge Bastos Moreno, de O Globo, na qual se disse surpreso com o "fato gravíssimo de o Palácio (do Planalto) ter divulgado uma carta confidencial". De acordo com o jornalista, Temer reclamou também de outros episódios em que, na avaliação dele, os ministros Edinho Silva e Jaques Wagner "divulgaram versões equivocadas" a seu respeito, o deixando "mal jurídica e politicamente".

Num dos trechos da carta, Temer escreve que passou o primeiro mandato de Dilma como um "vice decorativo", que perdeu "todo protagonismo político" que teve no passado e que só era chamado "para resolver as votações do PMDB e as crises políticas". Depois, lista fatos envolvendo derrotas que sofreu com atos da presidente.

Leia abaixo a íntegra da carta obtida pela GloboNews:

São Paulo, 07 de Dezembro de 2.015.

Senhora Presidente,

"Verba volant, scripta manent" (As palavras voam, os escritos permanecem)

Por isso lhe escrevo. Muito a propósito do intenso noticiário destes últimos dias e de tudo que me chega aos ouvidos das conversas no Palácio.

Esta é uma carta pessoal. É um desabafo que já deveria ter feito há muito tempo.

Desde logo lhe digo que não é preciso alardear publicamente a necessidade da minha lealdade. Tenho-a revelado ao longo destes cinco anos.

Lealdade institucional pautada pelo art. 79 da Constituição Federal. Sei quais são as funções do Vice. À minha natural discrição conectei aquela derivada daquele dispositivo constitucional.

Entretanto, sempre tive ciência da absoluta desconfiança da senhora e do seu entorno em relação a mim e ao PMDB. Desconfiança incompatível com o que fizemos para manter o apoio pessoal e partidário ao seu governo.

Basta ressaltar que na última convenção apenas 59,9% votaram pela aliança. E só o fizeram, ouso registrar, por que era eu o candidato à reeleição à Vice.

Tenho mantido a unidade do PMDB apoiando seu governo usando o prestígio político que tenho advindo da credibilidade e do respeito que granjeei no partido. Isso tudo não gerou confiança em mim, Gera desconfiança e menosprezo do governo.

Vamos aos fatos. Exemplifico alguns deles.

1. Passei os quatro primeiros anos de governo como vice decorativo. A Senhora sabe disso. Perdi todo protagonismo político que tivera no passado e que poderia ter sido usado pelo governo. Só era chamado para resolver as votações do PMDB e as crises políticas.

2. Jamais eu ou o PMDB fomos chamados para discutir formulações econômicas ou políticas do país; éramos meros acessórios, secundários, subsidiários.

3. A senhora, no segundo mandato, à última hora, não renovou o Ministério da Aviação Civil onde o Moreira Franco fez belíssimo trabalho elogiado durante a Copa do Mundo. Sabia que ele era uma indicação minha. Quis, portanto, desvalorizar-me. Cheguei a registrar este fato no dia seguinte, ao telefone.

4. No episódio Eliseu Padilha, mais recente, ele deixou o Ministério em razão de muitas "desfeitas", culminando com o que o governo fez a ele, Ministro, retirando sem nenhum aviso prévio, nome com perfil técnico que ele, Ministro da área, indicara para a ANAC. Alardeou-se a) que fora retaliação a mim; b) que ele saiu porque faz parte de uma suposta "conspiração".

5. Quando a senhora fez um apelo para que eu assumisse a coordenação política, no momento em que o governo estava muito desprestigiado, atendi e fizemos, eu e o Padilha, aprovar o ajuste fiscal. Tema difícil porque dizia respeito aos trabalhadores e aos empresários. Não titubeamos. Estava em jogo o país. Quando se aprovou o ajuste, nada mais do que fazíamos tinha sequência no governo. Os acordos assumidos no Parlamento não foram cumpridos. Realizamos mais de 60 reuniões de lideres e bancadas ao longo do tempo solicitando apoio com a nossa credibilidade. Fomos obrigados a deixar aquela coordenação.

6. De qualquer forma, sou Presidente do PMDB e a senhora resolveu ignorar-me chamando o líder Picciani e seu pai para fazer um acordo sem nenhuma comunicação ao seu Vice e Presidente do Partido. Os dois ministros, sabe a senhora, foram nomeados por ele. E a senhora não teve a menor preocupação em eliminar do governo o Deputado Edinho Araújo, deputado de São Paulo e a mim ligado.

7. Democrata que sou, converso, sim, senhora Presidente, com a oposição. Sempre o fiz, pelos 24 anos que passei no Parlamento. Aliás, a primeira medida provisória do ajuste foi aprovada graças aos 8 (oito) votos do DEM, 6 (seis) do PSB e 3 do PV, recordando que foi aprovado por apenas 22 votos. Sou criticado por isso, numa visão equivocada do nosso sistema. E não foi sem razão que em duas oportunidades ressaltei que deveríamos reunificar o país. O Palácio resolveu difundir e criticar.

8. Recordo, ainda, que a senhora, na posse, manteve reunião de duas horas com o Vice Presidente Joe Biden - com quem construí boa amizade - sem convidar-me o que gerou em seus assessores a pergunta: o que é que houve que numa reunião com o Vice Presidente dos Estados Unidos, o do Brasil não se faz presente? Antes, no episódio da "espionagem" americana, quando as conversar começaram a ser retomadas, a senhora mandava o Ministro da Justiça, para conversar com o Vice Presidente dos Estados Unidos. Tudo isso tem significado absoluta falta de confiança;

9. Mais recentemente, conversa nossa (das duas maiores autoridades do país) foi divulgada e de maneira inverídica sem nenhuma conexão com o teor da conversa.

10. Até o programa "Uma Ponte para o Futuro", aplaudido pela sociedade, cujas propostas poderiam ser utilizadas para recuperar a economia e resgatar a confiança foi tido como manobra desleal.

11. PMDB tem ciência de que o governo busca promover a sua divisão, o que já tentou no passado, sem sucesso. A senhora sabe que, como Presidente do PMDB, devo manter cauteloso silencio com o objetivo de procurar o que sempre fiz: a unidade partidária.

Passados estes momentos críticos, tenho certeza de que o País terá tranquilidade para crescer e consolidar as conquistas sociais.

Finalmente, sei que a senhora não tem confiança em mim e no PMDB, hoje, e não terá amanhã. Lamento, mas esta é a minha convicção.

Respeitosamente,

\ L TEMER

A Sua Excelência a Senhora

Doutora DILMA ROUSSEFF

DO. Presidente da República do Brasil

Palácio do Planalto

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Os Pingos nos is ao vivo Reinaldo Azevedo Vídeos Youtube da semana

Os Pingos nos Is da semana Reinaldo Azevedo os Pingos nos is YouTube

Os Pingos nos is YouTube ao vivo, com os programas da semana Reinaldo Azevedo, Patrick Santos e Victor LaRegina comentaram os principais assuntos desta semana em "Os Pingos nos Is". Assista ao programa ao vivo gravado especialmente para o YouTube!

Assista na íntegra a "Os Pingos nos Is" desta segunda-feira (30/11/2015)
Os Pingos nos Is - Reinaldo Azevedo
Confira a edição completa do programa Os Pingos nos is de segunda-feira (30/11) com Patrick Santos, Victor LaRegina e a análise do comentarista político Reinaldo Azevedo.



Assista na íntegra a "Os Pingos nos Is" desta terça-feira (01/12/2015)
Os Pingos nos Is - Reinaldo Azevedo
Confira a edição completa do programa de terça-feira (01/12) com Patrick Santos, Victor LaRegina e a análise do comentarista político Reinaldo Azevedo.



Assista na íntegra a "Os Pingos nos Is" desta quarta-feira (02/12/2015
Os Pingos nos Is - Reinaldo Azevedo
Confira a edição completa do programa de quarta-feira (02/12) com Patrick Santos, Victor LaRegina e a análise do comentarista político Reinaldo Azevedo.



Assista na íntegra a "Os Pingos nos Is" desta quinta-feira (03/12/2015)
Os Pingos nos Is - Reinaldo Azevedo
Confira a edição completa do programa de quinta-feira (03/12) com Patrick Santos, Victor LaRegina e a análise do comentarista político Reinaldo Azevedo.



Assista na íntegra a "Os Pingos nos Is" desta sexta-feira (04/12/2015)
Os Pingos nos Is - Reinaldo Azevedo
Confira a edição completa do programa de sexta-feira (04/12) com Patrick Santos, Victor LaRegina e a análise do comentarista político Reinaldo Azevedo.



terça-feira, 24 de novembro de 2015

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Os pingos nos is 23/11/2015 - Os Pingos nos is Jovem Pan

Os pingos nos is 23/11/2015 - Os Pingos nos is Jovem Pan

"O petismo não tem como explicar a carnificina em que se transformou o país em sua gestão e agora busca culpar aqueles que acham que lugar de bandido é na cadeia".

Bem, não me estranha que muitos deles possam achar que lugar de bandido é no governo, nas estatais, nos ministérios e concedendo entrevistas sobre o nosso futuro. O IPEA deveria estudar o impacto que a roubalheira oficial tem na formação da moralidade média do brasileiro.

PF prendeu assessor parlamentar Ministério do Trabalho

PF prende assessor do Ministério do Trabalho e Emprego em Caxias do Sul

A Polícia Federal informou que prendeu na manhã de hoje um assessor parlamentar do Ministério do Trabalho e Emprego, comandado atualmente por Miguel Rossetto. "A prisão ocorreu no momento em que o assessor solicitava e recebia vantagem indevida para liberar procedimento de registro do Sindicato dos Promotores de vendas de Caxias do Sul e região junto ao Ministério do Trabalho e Emprego", disse a PF em nota.

Os Pingos nos Is da semana Reinaldo Azevedo os Pingos nos is Youtube

Os Pingos nos Is da semana Reinaldo Azevedo os Pingos nos is YouTube

Os Pingos nos is YouTube ao vivo, com os programas da semana Reinaldo Azevedo, Patrick Santos e Victor LaRegina comentaram os principais assuntos desta semana em "Os Pingos nos Is". Assista ao programa ao vivo gravado especialmente para o YouTube!

Assista na íntegra a "Os Pingos nos Is" desta segunda-feira (16/11/2015)


Assista na íntegra a "Os Pingos nos Is" desta terça-feira (17/11/2015)
Confira a edição completa do programa de terça-feira (17/11) com Patrick Santos, Victor LaRegina e a análise do comentarista político Reinaldo Azevedo.


Assista na íntegra a "Os Pingos nos Is" desta quarta-feira (18/11/2015)
Confira a edição completa do programa de quarta-feira (18/11) com Patrick Santos, Victor LaRegina e a análise do comentarista político Reinaldo Azevedo.


Assista na íntegra a "Os Pingos nos Is" desta quinta-feira (19/11/2015)
Confira a edição completa do programa de quinta-feira (19/11) com Patrick Santos, Victor LaRegina e a análise do comentarista político Reinaldo Azevedo.


Assista na íntegra a "Os Pingos nos Is" desta sexta-feira (20/11/2015)
Confira a edição completa do programa de sexta-feira (20/11) com Patrick Santos, Victor LaRegina e a análise do comentarista político Reinaldo Azevedo.


segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Programa Os Pingos nos is Youtube ao vivo 13/11/2015

Os Pingos nos is YouTube ao vivo 13/11/2015

Reinaldo Azevedo, Patrick Santos e Victor LaRegina comentaram os principais assuntos desta sexta-feira (13) em "Os Pingos nos Is". Assista ao programa ao vivo gravado especialmente para o YouTube!

Em seu editorial de abertura, Reinaldo Azevedo fala sobre uma palestra em que o ministro Ricardo Lewandowski chama o impeachment de golpe. "Quando um presidente da Suprema Corte chama de “golpe” o que está previsto na Constituição e na Lei 1.079, das duas uma: ou não sabe nada, ou o que sabe é má-fé", pondera Reinaldo. Saiba mais no editorial completo.

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Os Pingos nos is Youtube ao vivo 12/11/2015

Programa Os Pingos nos is Youtube ao vivo 12/11/2015

Reinaldo Azevedo, Patrick Santos e Victor LaRegina comentaram os principais assuntos desta quinta-feira (12) em "Os Pingos nos Is"

Assista ao programa ao vivo gravado especialmente para o YouTube!

Para Ouvir o programa gravado ao vivo em áudio clique aqui.




Pingos nos is YouTube

Edição completa de Os Pingos nos Is ao vivo desta quinta-feira (12/11/2015)

Reinaldo Azevedo, Patrick Santos e Victor LaRegina comentaram os principais assuntos desta quinta-feira (12) em "Os Pingos nos Is". No editorial de abertura, Reinaldo Azevedo falou sobre o rompimento do PDSB com Eduardo Cunha: O partido PSDB não se comportou mal na relação com o presidente da Câmara.





Outros destaques dos Pingos nos is ao vivo foram:

BUMLAI - A CPI do BNDES aprovou a convocação do pecuarista José Carlos Bumlai, amigo do ex presidente Lula. Bumlai terá de explicar a concessão de R$ 101,5 mi que o banco de fomento fez à sua empresa, a São Fernando Energia 1, cuja falência já havia sido requerida na Justiça - manobra que contraria uma norma interna do BNDES. Mas cá pra nós, quem deveria se explicar também, deveria ser o BNDES.

LULA X LEVY - Lula criticou uma nota escrita pelo ministro Joaquim Levy (Fazenda) prega a segurança fiscal com corte de gastos e diz ser preciso enfrentar "as dificuldades de pagar impostos" para voltar a crescer. O ex-presidente disse a parlamentares que o documento de Levy foi mais um "libelo" do "economês", em defesa do arrocho. Mas todos nós sabemos que Lula odeia Joaquim Levy.

PROTESTO – Manifestantes realizaram na tarde desta quinta um ato contra Eduardo Cunha e o PL 5069, na Av. Paulista, em São Paulo.

REPATRIAÇÃO - Por 230 votos a favor, 213 contra e 7 abstenções, a Câmara aprovou ontem o projeto de lei que autoriza a repatriação de dinheiro não declarado depositado no exterior e anistia crimes fiscais. Mas isso tem de ser muito bem estudado, uma vez que abre brechas para repatriar dinheiro de operações ilícitas.

TAGS. Reinaldo Azevedo, Os Pingos Nos Is, Programas, Patrick Santos, Victor LaRegina

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Edição completa de Os Pingos nos Is desta terça-feira 29/09/2015

Ouça a edição completa de Os Pingos nos Is desta terça-feira 29/09/2015 e tudo que rolou ao vivo.

Reinaldo Azevedo, Patrick Santos e Victor LaRegina comentaram os principais assuntos desta terça-feira (29) em "Os Pingos nos Is". Em seu editorial de abertura, Reinaldo Azevedo falou sobre a articulação dos presidentes da Câmara e do Senado, Eduardo Cunha e Renan Calheiros, respectivamente, para que os senadores votem com urgência PEC aprovada na Câmara que constitucionaliza a doação de pessoas jurídicas a campanhas até o limite de R$ 20 milhões.

Agência digital do PT anuncia fim do contrato de R$ 6,4 milhões com partido

Agência digital do PT anuncia fim do contrato com o partido

A Pepper, agência de comunicação interativa que atua nas redes sociais, entregou uma carta à Direção Nacional do PT anunciando que não pretende renovar o contrato que mantém com o partido.

A relação entre a empresa e o PT continua até 31 de dezembro. Na carta enviada ao presidente nacional do partido, Rui Falcão, a Pepper diz ter resolvido informar sua decisão com antecedência para que seu cliente tenha tempo de “selecionar e escolher um novo fornecedor, sem risco de descontinuidade do serviço de comunicação digital”.

O contrato que a Pepper mantém com o PT tem um valor de R$ 530.000,00 por mês –um total de R$ 6,360 milhões por ano. A empresa trabalha para o partido há 4 anos, cuidando da comunicação da legenda nas redes sociais, criando e produzindo o conteúdo do site. Desde 2012, a Pepper também administra o Facebook da presidente Dilma Rousseff.

Com o final do contrato, o PT terá de procurar outra empresa para cuidar do Facebook da presidente da República.

Dilma Bolada Acabou - É o fim - Adeus Dilma Bolada

Criador da “Dilma Bolada” anuncia fim de apoio a Dilma

Jeferson Monteiro, o criador da Dilma Bolada, anunciou que pulou fora do barco da propaganda semi-oficial, motivado por aquilo que acredita ser uma traição dos ideais de Dilma aos seus milhões de eleitores. Jeferson descobriu, 12 anos após a chegada do PT à presidência, que o partido trabalha pelo interesse dos grandes empresários - e não do "povo".

O que você provavelmente não verá por aí é outra notícia: aquela que diz que a Pepper, a agência de publicidade que tinha Jeferson como contratado terceirizado e prestava serviços ao PT, rompeu seu contrato de R$ 6,4 milhões com o partido há poucos dias.

Para Jeferson, acabou a mamata. Sem sua bolada, seus propósitos se tornam previsíveis: Jeferson é só mais um pelego parasita em busca de sangue estatal.

Tem muita gente pulando fora do barco do governo Dilma Roussef. Mas um dos principais braços da presidente nas redes sociais anunciou nesta quarta (30), que não vai mais apoiá-la.

O publicitário Jeferson Monteiro, que ganhou fama ao criar a personagem “Dilma Bolada” disse que Dilma não precisa mais do seu apoio. Ele havia sido contratado por uma agência ligada ao PT por R$ 20 mil para ajudá-la nas redes sociais

“Afinal, para ela, só importa o apoio do PMDB e de parte do empresariado para que ela se mantenha lá onde está. Trocou o Governo pelo cargo. Não é o Governo que eu e mais de 54 milhões de brasileiros elegemos”, afirmou. O principal motivo do rompimento foi por ter se sentido traído. “Você pagou com traição a quem sempre lhe deu a mão”, escreveu.

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Eduardo Cunha lê no plenário rito de processo de impeachment de Dilma

Leitura é procedimento previsto no Regimento Interno da Câmara. Presidente da Câmara ainda decidirá se aceita pedidos de impeachment.

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), leu nesta quinta-feira (24), em plenário, resposta ao questionamento formal apresentado na semana passada por partidos da oposição sobre os procedimentos de um eventual processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

No ofício lido no plenário, Cunha afirmou que não cabe a ele decidir se um presidente da República pode ser responsabilizado por atos cometidos em um mandato imediatamente anterior. Essa era uma das principais questões formuladas pela oposição. Ao responder à pergunta, Cunha destacou que se trata de uma questão de mérito, que só poderá ser analisada pelo plenário.

Se Cunha indeferir os pedidos de impeachment protocolados na Casa, a oposição poderá entrar com recurso, a fim de que o plenário decida se o processo pode ser aberto.

No documento, assinado pelos deputados Carlos Sampaio (PSDB-SP), Mendonça Filho (DEM-PE), Arthur Oliveira Maia (SD-BA), Arnaldo Jordy (PPS-PA), André Moura (PSC-SE), Cristiane Brasil (PTB-RJ) e Bruno Araújo (PSDB-PE), os deputados também fizeram uma série de questionamentos sobre a tramitação, no Congresso Nacional, de um processo de afastamento do presidente da República.

A manobra, para aliviar momentaneamente as contas públicas, consiste no atraso, por parte do governo, do repasse de dinheiro a bancos públicos que pagaram com recursos próprios benefícios como o Bolsa Família e o seguro-desemprego. As supostas "pedaladas fiscais" estão sendo investigadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU), que pode rejeitar as contas do ano passado do governo Dilma com base na Lei de Responsabilidade Fiscal.

Técnicos do TCU afirmam que a prática de atrasar repasses a bancos públicos permitiu ao governo melhorar o resultado das contas públicas, inflando o chamado superávit primário (economia para pagar juros da dívida pública e tentar manter a trajetória de queda).

O governo argumenta que não há irregularidades na manobra de atraso de pagamentos a bancos públicos e diz que esse procedimento já foi realizado pelos governos Fernando Henrique Cardozo e Luiz Inácio Lula da Silva.


tópicos: Dilma Rousseff, Eduardo Cunha, Luiz Inácio Lula da Silva, PMDB, PPS, PSC, PSDB, PT, PTB, Tribunal de Contas da União

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Edição completa ao vivo de Os Pingos nos Is desta quarta-feira 23/09/2015

Para quem não conseguiu ouvir ao vivo Os Pingos no Is segue a edição completa.


Reinaldo Azevedo, Patrick Santos e Victor LaRegina comentaram os principais assuntos desta quarta-feira (23) em "Os Pingos nos Is".

Em seu editorial de abertura, Reinaldo Azevedo falou sobre a eventualidade da presidente Dilma Rousseff continuar no poder. Segundo Reinaldo, até mesmo ela sabe a resposta: “eu acho que quem ganhar ou quem perder, nem quem ganhar nem quem perder vão ganhar ou perder. Vai todo mundo perder”. Saiba mais no editorial completo.

- No fechamento do dia, o dólar subiu 2,28%, cotado a R$ 4,1461 na venda. O Banco Central chegou a anunciar duas intervenções no câmbio para tentar conter a escalada da moeda.

- Em delação premiada, o ex-gerente da Petrobras Eduardo Musa afirmou que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, tinha a "palavra final" na indicação para a diretoria Internacional da empresa.

- O secretário de Segurança Pública do Estado de São paulo, Alexandre de Moraes, se dispôs a falar com a bancada do Pingos sobre a questão dos moradores de rua na cidade.

TAGS. Reinaldo Azevedo, Os Pingos Nos Is, Programas, Patrick Santos, Victor LaRegina


terça-feira, 22 de setembro de 2015

Edição completa de Os Pingos nos Is desta terça-feira 22/09/2015

Edição completa de Os Pingos nos Is ao vivo desta terça-feira 22/09/2015.


Reinaldo Azevedo, Patrick Santos e Victor LaRegina comentaram os principais assuntos desta terça-feira (22) em "Os Pingos nos Is."

Em seu editorial de abertura, o comentarista político Reinaldo Azevedo falou sobre aberração que é a equação política que está no poder.

TAGS. notícias, pingos nos is, reinaldo azevedo, cpmf, dilma

Deputado estadual do PCdoB do MA chama índios de viadinhos e baitolas

Declarações foram feitas em audiência pública em São João do Carú, MA.

Uma coisa é certa, vindo de uma comunista, não deveríamos esperar outra coisa do tipo. O Partido Comunista do Brasil (PCdoB-MA) divulgou nota oficial nesta segunda-feira (21) condenando as declarações do deputado estadual Fernando Furtado contra os índios da tribo Awá-Guajá e contra os homossexuais, no dia 4 de julho, durante audiência pública em São João do Caru, a 359 km de São Luís.

"A declaração do deputado é uma falta grave cometida contra índios, homossexuais e com o nosso partido, razão pela qual a repudiamos publicamente", diz a nota.

O deputado comunista ofende os índios chamando-os de maneira pejorativa de 'viadinho' e 'baitola'

“Lá em Brasília o Arnaldo viu, os índios tudo de camisetinha, tudo arrumadinho, com flechinha, tudo um bando de viadinho. Tinha uns três que eram viado, que eu tenho certeza, viado. Eu não sabia que tinha índio viado, fui saber naquele dia em Brasília. Então é desse jeito que tá. Como é que índio consegue ser viado, ser baitola e não consegue produzir? negativo…”, disse.

Segundo o PCdoB, trata-se de uma equivocada manifestação individual do deputado Fernando Furtado. O partido que espera do parlamentar a devida retratação em relação aos indígenas, aos homossexuais e ao partido.

Procurado pelo G1, o deputado Fernando Furtado, disse que não tinha nada a afirmar sobre o assunto e que iria tomar as devidas providências sobre as denúncias. “Nesse momento não tenho nada a declarar”, argumentou.

Retratação
Por volta de 20h, o deputado enviou nota ao G1 reconhecendo o erro e pedindo desculpas aos indígenas, homossexuais, ao PCdoB e a todo o povo do Maranhão. Na retratação, Fernando Furtado diz que em nenhum momento teve a intenção de denegrir a imagem do povo indígena e que se deixou levar pelo calor do momento.

Edição completa de Os Pingos nos Is desta segunda-feira (21/09/2015)

Reinaldo Azevedo, Patrick Santos e Victor LaRegina comentaram os principais assuntos desta segunda-feira (21) em "Os Pingos nos Is". Em seu editorial de abertura, Reinaldo Azevedo analisou as prisões de João Vaccari Neto e Renato Duque, confira.

Principais notícias:
 - O ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes afirmou que o julgamento que proibiu as doações de empresas para campanhas eleitorais e partidos ainda não foi concluído. Segundo ele, o tribunal ainda precisa discutir a chamada modulação de efeitos, ou seja, estabelecer a partir de quando uma decisão seria aplicada. O entendimento contraria posição do presidente do STF, Ricardo Lewandowski, que chegou a declarar que a decisão do Supremo tem efeito a partir de agora nos caixas dos partidos e nas eleições de 2016, proclamando o fim do julgamento e tratando o caso como encerrado.

- A presidente Dilma Rousseff enviou uma mensagem a Israel expressando desconforto com a nomeação do ex-líder colono Dani Dayan como embaixador israelense em Brasília. A presidente teme que a indicação seria interpretada como apoio brasileiro às políticas de assentamento israelense. A mensagem foi transmitida através dos canais diplomáticos e coloca o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, em uma posição incômoda uma vez que a nomeação foi aprovada por seu governo há duas semanas. TAGS. notícias, pingos nos is, reinaldo azevedo, edição completa.

MINISTRA PETISTA DO TSE, LUCIANA LÓSSIO COMPROU IMÓVEL DE 7 MILHÕES EM BRASÍLIA

LUCIANA LÓSSIO COMPROU IMÓVEL DE 7 MILHÕES EM BRASÍLIA

De acordo com o Site O ANTAGONISTA, Luciana Lóssio, ex-advogada da campanha de Dilma e ministra do TSE, está de casa nova. E bota nova nisso! Ela comprou uma moderníssima cobertura em edifício novíssimo na 312, quadra nobre da Asa Sul de Brasília.

O imóvel tem 377 m2 de área privativa, cinco vagas na garagem, com piscina e cozinha gourmet. O Antagonista deseja sorte na nova moradia.

Luciana Lóssio registrou em cartório a aquisição da cobertura do L’Essence por R$ 3,18 milhões, mas uma consulta no mercado imobiliário indica que o mesmo imóvel valeria pelo menos o dobro disso.

O imóvel foi comprado em 29 de setembro de 2014 – semana anterior ao primeiro turno da eleição presidencial – das construtoras MJ Construções e Incorporações e José Celso Gontijo Engenharia S/A.

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Acredite - Vaccari e Duque são condenados por corrupção e lavagem de dinheiro

Condenação é referente à ação penal originada na 10ª fase da Lava Jato. Youssef, Barusco, Mário Góes e Júlio Camargo também foram condenados


O ex-tesoureiro do Partido dos Trabalhadores (PT) João Vaccari Neto e o ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque foram condenados pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Esta é a primeira condenção de ambos e é referente a uma ação penal originada na 10ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada em março deste ano.

Duque também foi condenado por associação criminosa. A pena para o ex-diretor será de 20 anos 8 meses, e para Vaccari, de 15 anos e 4 meses de reclusão. Os dois estão presos no Complexo Médico-Penal, em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.
Além deles, foram condenados:
-Alberto Youssef: lavagem de dinheiro
-Augusto Ribeiro de Mendonça Neto: corrupção ativa, lavagem de dinheiro e associação criminosa
-Adir Assad: lavagem de dinheiro e associação criminosa
-Dario Teixeira Alves Júnior: lavagem de dinheiro e associação criminosa
-Sônia Mariza Branco: lavagem de dinheiro e associação criminosa
-Pedro Barusco: corrupção passiva, lavagem de dinheiro e associação criminosa
-Mario Frederico Mendonça Goes: corrupção passiva, lavagem de dinheiro e associação criminosa
-Julio Gerin de Almeida Camargo: corrupção ativa, lavagem de dinheiro e associação criminosa


Tópicos: Alberto Youssef, Curitiba, João Vaccari Neto, Ministério Público Federal, PT, Paulo Roberto Costa, Pinhais, Polícia Federal, Sérgio Moro

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Lula se reuniu com Eduardo Cunha e pediu para segurar pedidos de impeachment

Na avaliação de Lula, se um processo assim começar a tramitar na Câmara, será muito difícil conter a pressão das ruas.

O ex-presidente Lula se reuniu nesta sexta-feira, 18, em Brasília, com o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Pois ele (Lula) está Preocupado com o avanço de um possível processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff, Lula pediu a Eduardo Cunha que segure os pedidos de afastamento.

Na avaliação do ex-presidente Lula, se um processo de impeachment assim começar a tramitar na Câmara, será muito difícil conter a pressão das ruas. O povo poderá se revoltar. Para Lula, a situação de Dilma no governo é gravíssima e neste momento o que precisamos (Governo) é do apoio do PMDB para que a presidente Dilma consiga aprovar o pacote fiscal e terminar o mandato.

Cunha rompeu com o governo em julho por avaliar que o Palácio do Planalto está por trás das acusações contra ele. O presidente da Câmara foi denunciado pela Procuradoria-Geral da República ao Supremo Tribunal Federal, por corrupção e lavagem de dinheiro, no rastro do escândalo da Petrobrás.

Cunha recebeu nesta quinta-feira o aditamento ao principal pedido de impeachment contra Dilma. A entrega foi feita pelo jurista Miguel Reale Jr. e por uma filha de Hélio Bicudo - um dos fundadores do PT -, com apoio dos principais líderes de partidos de oposição, como o PSDB e o DEM, e de dissidentes da base aliada, incluindo políticos do PMDB. O pedido diz que Dilma cometeu crime de responsabilidade, cita o escândalo de corrupção na Petrobrás e as pedaladas fiscais.

O Tribunal de Contas da União (TCU) ainda examina as contas de Dilma. A possível rejeição do balanço também poderá abrir caminho para abertura de um processo de impeachment.

PT tinha plano perfeito para se perpetuar no poder de acordo com Gilmar Mendes

Eles têm dinheiro para disputar eleições até 2038, afirmou o ministro do STF

Em São Paulo para participar do seminário da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) afirmou que o PT tinha um plano perfeito para se perpertuar no poder, mas foi atrapalhado pela Operação Lava Jato. As informações são da Folha de S. Paulo.

"O plano era perfeito, mas faltou combinar com os russos", afirmou. "Eles têm dinheiro para disputar eleições até 2038." O ministro do STF disse que o dinheiro desviado da Petrobras tinha como destino campanhas eleitorais e, combinado com o final do financiamento privado de campanha, que é uma antiga bandeira do partido, o PT seria a sigla com mais recursos em caixa.

Desta forma, ele usou o argumento da última quarta-feira (16) no STF contra o fim do financiamento privado de campanha. "O partido consegue captar recursos na faixa dos bilhões de reais por contratos com a Petrobras e passa a ser o defensor do fim do financiamento privado de campanha. Eu fico emocionado, me toca o coração". Gilmar Mendes foi derrotado e o STF declarou que o financiamento privado é inconstitucional por 8 votos a 3.

O presidente do PT, Rui Falcão, informou que o partido estuda medidas judiciais contra o ministro. Em nota, Falcão disse que o ministro faltou com a verdade ao atribuir ao partido a liderança de um conluio para que a proibição prevaleça. Segundo o presidente, a posição do partido contra o financiamento privado é uma bandeira histórica do PT e demais entidades democráticas.

Ouça a edição completa de Os Pingos nos Is desta quinta-feira (17/09/2015)

Nesta edição de os pingos nos is, é tratado o assunto sobre o atual discurso de Dilma, que é o combate ao impeachment, "aquele que se tornou o samba de uma nota só do seu Governo" e sua recomendação ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para que a PGR seja a "defensora da estabilidade das instituições". Saiba mais no editorial completo.

Outros destaques do programa Os Pingos nos Is foram:

- Nesta quinta, juristas, deputados e representantes de movimentos populares protocolaram na Câmara dos Deputados um complemento ao principal pedido de afastamento da presidente Dilma Rousseff, feito pelo fundador do PT Hélio Bicudo no início do mês.
- O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves, rebateu hoje pela manhã as declarações da presidente Dilma Rousseff sobre o golpismo dos que falam em impeachment.
- A ministra Luciana Lóssio, do Tribunal Superior Eleitoral, liberou nesta quinta para julgamento uma das ações que pedem a cassação de mandato da presidente Dilma Rousseff. A Corte já tem maioria favorável para abrir a ação e permitir a investigação de fatos relacionados à campanha eleitoral da presidente, como pede o PSDB.
- O Supremo Tribunal Federal decidiu nesta quinta, por 8 votos a 3, declarar inconstitucionais normas que permitem a empresas doarem para campanhas eleitorais.
- Ao ler seu voto ontem, o ministro Gilmar Mendes lembrou como a ADI, a Ação Direta de Inconstitucionalidade, chegou ao Supremo, pelas mãos da OAB, que serviu, na verdade, de "boneco de ventríloquo" do ministro Luís Roberto Barroso.
- O governo federal teve uma nova ideia para elevar a arrecadação. Legalizar os jogos de azar no país. A presidente Dilma Rousseff consultou hoje líderes partidários para avaliar a possibilidade de permitir a volta de bingos, cassinos e jogos pela internet.
- Ainda a respeito dessa reunião entre Dilma, ministros e deputados, os parlamentares contaram à imprensa alguns pedidos feitos pela presidente no encontro. Segundo relatos dos participantes, Dilma teria dito que o Brasil "não aguentará" uma eventual derrubada, pelo Congresso, de seus vetos aos projetos conhecidos como "pauta-bomba".

Eduardo Cunha recebeu o principal pedido de Impeachment de Dilma

Cunha recebe principal pedido de impeachment contra Dilma Rousseff

Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidente da Câmara, recebeu nesta quinta-feira (17) o principal pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff. O documento foi entregue pelo jurista Miguel Reale Júnior e por uma filha de Hélio Bicudo (falamos aqui neste áudio) ex-fundador do PT, que não pôde comparecer devido à saúde fragilizada. Maria Lúcia Bicudo, ao Expresso, antecipou que o pai, aos 93 anos, não tinha condições de ir ao gabinete do presidente da Câmara entregar o texto.

Este pedido de impeachment é tido como principal pois foi encampado pela oposição. Reale Júnior vinha elaborando parecer para embasar o pedido pretendido pelo PSDB, encabeçado pelo senador Aécio Neves (PSDB-MG), mas a oposição preferiu apoiar um documento assinado pelo jurista.

Cunha não seguiu o próprio protocolo ao aceitar o pedido de impeachment de Reale Júnior e Bicudo. Todos outros, inclusive o que Bicudo pretendia apresentar sozinho inicialmente, foram apresentados a departamentos técnicos da Câmara. Neste caso, o presidente da Casa abriu o próprio gabinete e permitiu à imprensa acompanhar a entrega na sala da presidência.

O peemedebista negou tratar o caso de maneira diferente da que usa para lidar com as lideranças da Câmara ou movimentos sociais. "Recebi em audiência os líderes que me pediram audiência. Aqui recebo a todos. Os movimentos já vieram aqui várias vezes e todas as vezes que vieram e me pediram, eu recebi", afirmou em trecho reproduzido pela Folha.

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

TSE libera para julgamento ação que pede cassação do mandato de Dilma

A ministra Luciana Lóssio, do Tribunal Superior Eleitoral, liberou nesta quinta-feira, 17, para julgamento uma das ações que pedem a cassação de mandato da presidente Dilma Rousseff. A Corte já tem maioria favorável para abrir a ação e permitir a investigação de fatos relacionados à campanha eleitoral da presidente, como pede o PSDB. Contudo, a análise foi interrompida há cerca de 20 dias, por um pedido de vista (mais prazo para análise) da ministra. O tema está previsto para entrar na pauta da próxima terça-feira, 22.

Quando o caso for retomado no TSE, os ministros devem decidir ainda se reúnem sob relatoria de um só ministro todas as quatro ações que questionam a legitimidade da campanha que elegeu a presidente Dilma Rousseff. A solução interna de reunir todos os casos, proposta por Fux, é vista pelo governo como uma possibilidade para dar trégua na batalha vivida semanalmente na Justiça Eleitoral. Com apenas uma ação em curso, o desgaste da constante divulgação de notícias sobre a tramitação dos casos ficaria reduzido. A imagem da presidente ligada ao caso no TSE tem sido uma preocupação da defesa.



A decisão sobre o prosseguimento do caso já foi paralisada por três pedidos de vista e tem gerado debates acalorados nas sessões do Tribunal. A ação é uma das quatro existentes da Corte eleitoral que questiona a legitimidade da eleição da chapa formada pela presidente Dilma Rousseff e Michel Temer.

A ação que estava no gabinete de Lóssio acusa a campanha petista de usar a estrutura pública na disputa eleitoral, com abuso de poder econômico, argumentando ainda que propinas oriundas do esquema de corrupção na Petrobras podem ter sido misturadas às doações oficiais.

Iphone 6 para Parlamentares com dinheiro público, você aceita isso?

Senado gasta R$ 696 mil com iPhones e outros smartphones para parlamentares

Casa faz compra adicional de 360 celulares apesar de já contar com telefones fornecidos em comodato. Na licitação de celulares do Senado, o modelo só poderia ser com iOS8 e câmera de 8 megapixels, ou seja, o IPhone 6. Detalhe: a conta também é paga com dinheiro público.

O Senado tem um contrato de telefonia que prevê o fornecimento de aparelhos celulares para os parlamentares. Porém, mesmo assim, a Casa abriu procedimento licitatório em 2014 para a compra de outros 360 aparelhos celulares de última geração. De acordo com o site IG, ao todo, o Senado estima gastar R$ 696 mil com os novos aparelhos, que foram entregues a partir do mês de fevereiro deste ano.

A publicação afirma que os telefones serão destinados aos senadores que não quiserem utilizar os aparelhos corporativos do Senado. A licitação prevê a compra de 90 iPhones 6 ou “similares”, com “tela retina HD de no mínimo 4,7 polegadas”; de 90 Samsungs Galaxy S5 com tela mínima de 5,1 polegadas e processador de 2.5 GHz Quad-Core; outros 90 “Motorolas Moto X ou similar”, com tela mínima de 5,2 polegadas e processador 2.5 GHz Quad-Core e mais 90 “Blackberrys Z10 ou similar”, com tela mínima de 4,2 polegadas e processador de 1.5 GHz Dual-Core.


O Socialismo dura até acabar o dinheiro dos outros. E esse dia chegou

O socialismo dura até acabar o dinheiro dos outros. Esta é uma célebre frase atribuída à Primeira-ministra britânica Margareth Thatcher. O bordão desde então ganhou um ar mais amplo que o original, passando a expressar uma preocupação em relação a qualquer política distributivista.


Seja a máxima de Thatcher, o almoço grátis impossível de Milton Friedman ou ainda o lema que afirma que “o governo é a grande ficção através da qual todos esperam viver as custas de todos”, do francês Frederic Bastiat. Todas possuem um ponto em comum: vontade política não garante o cumprimento de nenhuma medida. O mais bem intencionado dos governos ainda precisa ser financiado por meio de arrecadação. E a arrecadação sai sempre do mesmo lugar – o bolso dos pagadores de impostos de um país.

Há coisa mais “linda” e fácil do que fazer caridade com o chapéu alheio? O sujeito não gasta duas calorias, não utiliza esforço próprio algum, e vive com a imagem de abnegado, altruísta, uma alma sensível preocupada com os mais pobres. E tudo isso apenas com o discurso contra a desigualdade social e pregando mais impostos sobre os ricos e mais “caridade” estatal. Assim nascem os movimentos socialistas.

Mas quando o socialismo é colocado em prática, sai de baixo! Jamais funcionou, jamais funcionará. É que indivíduos reagem a incentivos, e quando o estado começa a punir o sujeito produtivo, criador de riquezas, ele tende a procurar ambientes mais amigáveis para empreender. Com o tempo, o fardo da “caridade” estatal pesa demais sobre os ombros de quem realmente trabalha para produzir riqueza, e os parasitas superam os hospedeiros em quantidade.

Ouvir Os Pingos nos is Edição completa desta Quarta-Feira 16/09/2015

Reinaldo Azevedo, Patrick Santos e Victor LaRegina comentaram os principais assuntos desta quarta-feira em "Os Pingos nos Is". Em seu editorial de abertura, Reinaldo Azevedo falou sobre um vídeo em que O "chefão do MST", João Pedro Stedile, aparece ao lado de Chico Buarque, "o burguês do 'lari-lará'". Saiba mais no editorial completo.

Destaques de Os Pingos nos is Edição completa:

- O empresariado também promete lutar contra a criação da nova CPMF - além, é claro, de impedir que o governo tome 30% dos recursos do Sistema S.

- Aconteceu hoje à tarde um encontro entre governadores que defendem que a alíquota do tributo seja de 0,38% - e não de 0,20%. A ideia é que os 0,20 continuem para a União e os novos 0,18% sejam repartidos entre estados e municípios.

- A presidente Dilma decidiu hoje, novamente, propagar aquele discurso petista que compara, de maneira indevida, um eventual processo de impeachment ao golpe militar.

- O ex-petista Helio Bicudo se reuniu com o jurista Miguel Reale Júnior e a professora de Direito da USP Janaina Paschoal em um Cartório de Notas nos Jardins, aqui em São Paulo, para reconhecer firma do documento que pede o impeachment da presidente Dilma Rousseff.

- Está circulando na internet um vídeo do ex-presidente Lula dando uma entrevista a Sérginho Groisman, na época ainda no SBT, na qual ele fala sobre o impeachment de Fernando Collor.

- O ministro Armando Monteiro, do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, criticou as medidas apresentadas pelo governo que atingem o Sistema S e o programa Reintegra.

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Jogo do Pixuleco - Ajude o Pixuleco neste jogo a escapar dos vermelhos

Pixuleco vai a jogo e vira game - Joque agora online o Jogo do Pixuleco


Furado no mês passado após confusão entre manifestantes favoráveis e contrários ao governo, o boneco inflável virou alvo no mundo digital.



Comandos

Dicas do Jogo Pixuleco:
Pegue os sacos de dinheiro e desvie dos personagens com faca para que não acertem o pixuleco.
Sobre o jogo do Pixuleco:
Não deixe que os vermelhos furem o Pixuleco em "Pixuleco - O Jogo".

Sobre o Jogo do Pixuleco:


Ele ganhou os noticiários após aparecer em Brasília durante os protestos de 16 de agosto e desde então foi motivo de muita polêmica. O Pixuleco, que nada mais é do que um boneco inflado do ex-presidente Lula usando um uniforme de presidiário, agora além de figura certa em todos os protestos anti-governo, também é o protagonista de um novo game brasileiro. Para jogar, basta clicar neste link http://www.icongames.com.br/pixuleco/.

Desenvolvido pela Icon Games, do carioca José Lucio Slotman, o objetivo do jogo é manter o boneco voando (ao estilo do clássico instantâneo Flappy Bird) ao mesmo tempo em que foge dos manifestantes "vermelhos" cujo o único objetivo é furar o Pixuleco. O jogador também deve "recuperar" - na verdade, um eufemismo usado pelos criadores do jogo para "roubar" - sacos de dinheiro voadores.

O game é bastante simples, mesmo para quem não tem o hábito de jogar jogos eletrônicos: basta clicar na tela para fazer com que o boneco voe mais alto ou mais baixo. No entanto, simplicidade não quer dizer facilidade, e o desafio do jogo é bem parecido com o do Flappy Bird, que fez diversos usuários de smartphones (o autor desta notícia, inclusive) perderem algumas horas do fim de semana vendo o seu personagem cair no chão repetidas vezes.


Jogo do Pixuleco

Ouça Os Pingos nos is Edição completa desta Terça-Feira 15/09/2015

Em seu editorial de abertura, Reinaldo Azevedo comentou sobre a fala de Dilma. "Nesta terça, [a presidente] concedeu uma entrevista e, certamente, referindo-se aos movimentos em favor do impeachment, afirmou: 'nós faremos tudo para impedir que processos não democráticos cresçam e se fortaleçam'". Saiba mais no editorial completo.

Destaques de Os Pingos nos is Edição completa:


- Em jantar promovido ontem no Palácio da Alvorada, o governo federal sugeriu a governadores aliados que pressionem suas bases estaduais no Congresso Nacional a elevar de 0,20% para 0,38% a alíquota de CPMF proposta no pacote fiscal.
- O presidente da Câmara, Eduardo Cunha, voltou a criticar, hoje à tarde, a intenção do governo de retomar a CPMF.
- O presidente do Senado, Renan Calheiros, usou um tom mais moderado do que Cunha para falar sobre as medidas.
- A CUT realizou nesta terça uma manifestação na Avenida Paulista contra o novo pacote fiscal do governo.
- O ex-presidente Lula avaliou que o governo da presidente Dilma precisava mesmo "de medidas ousadas", como as anunciadas nesta segunda-feira.
- O Movimento Brasil planeja levar o boneco Pixuleco nesta quarta-feira a Presidente Prudente, interior de SP, cidade onde a presidente Dilma Rousseff entregará as chaves de um conjunto com residências do programa Minha Casa, Minha Vida.
- O juiz federal Sergio Moro aceitou a denúncia do Ministério Público Federal contra o ex-ministro José Dirceu e outras 14 pessoas acusadas de envolvimento na corrupção da Petrobras.
- Em delação premiada, o empreiteiro Ricardo Pessoa, dono da UTC, afirmou ter pagado 600 mil reais em espécie para o ex-deputado Luiz Argôlo, do Solidariedade da Bahia.

Ouça Os Pingos nos is Edição completa

Partido Novo 30 - novo.org.br TSE aprova registro do Partido Novo

TSE aprova registro do Partido Novo 30 legenda fundada em 2011 por empresários.


Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou o registro do Partido Novo, legenda fundada em 2011 por empresários, médicos e advogados. Com a aprovação do registro pelo tribunal, o Brasil passa a ter 33 partidos políticos. O Partido Novo 30 também comprovou a fundação de 9 diretórios estaduais (em SP, RJ, MG, ES, DF, GO, MS, RO e RN), outro requisito previsto por lei.

Por maioria de votos, os ministros entenderam que o partido cumpriu os requisitos exigidos pela Justiça Eleitoral, como a comprovação do número mínimo de 493 mil assinaturas de apoiadores.

Partido Novo 30 - novo.org.br
Partido Novo 30 - novo.org.br

O Partido Novo 30 é contra a intervenção do Estado na economia e quer a redução da carga tributária. O Novo também propõe a preservação de liberdades individuais e defende a propriedade privada em oposição a conceitos coletivistas . A legenda se posiciona contra o "carreirismo político" e sugere o fim de reeleição consecutiva para o mesmo cargo no Legislativo.

O partido político é criado após registrar a ata de fundação no cartório. Para participar das eleições, é preciso comprovar um mínimo de assinaturas de eleitores. De acordo com a legislação eleitoral, o quantitativo corresponde a 0,5% dos votos registrados na última eleição para a Câmara dos Deputados, distribuídos em pelo menos nove estados.

Sobre o Partido Novo 30

O PARTIDO NOVO é um movimento que foi iniciado por cidadãos insatisfeitos com o montante de impostos pagos e a qualidade dos serviços públicos recebidos. Este grupo de pessoas nunca havia se candidatado a nenhum cargo eletivo, mas concluiu que um partido político seria a ferramenta democrática adequada para realizar as mudanças desejadas e necessárias.

Analisando os partidos políticos existentes, concluímos que nenhum deles defendia claramente a maior autonomia e liberdade do indivíduo, a redução das áreas de atuação do Estado, a diminuição da carga tributária e a melhoria na qualidade dos serviços essenciais, como saúde, segurança e educação. Em razão desta constatação, optamos pela formação de um novo partido político.

CUT realiza manifestação na Avenida Paulista contra o novo pacote fiscal do governo

A CUT realizou nesta terça uma manifestação na Avenida Paulista contra o novo pacote fiscal do governo.


Trabalhadores e sindicalistas ocuparam, por cerca de duas horas e meia, um quarteirão da Avenida Paulista. Ligados à Central Única dos Trabalhadores (CUT), os manifestantes fizeram ato pela campanha salarial unificada de várias categorias e criticam medidas anunciadas pelo governo para equilibrar as contas públicas. O grupo estava em frente à sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) no sentido Paraíso e, em consequência, o trânsito ficou interrompido a partir da Rua Peixoto Gomide, causando lentidão na circulação de veículos.


CUT realiza manifestação na Avenida Paulista

lideranças sindicais criticaram o conjunto de medidas anunciado ontem (14) pelo governo para minimizar a crise econômica. O presidente nacional da CUT, Wagner Freitas, lamentou as medidas, que incluem aumento de arrecadação, classificando-as de recessiva e destacou que o pacote “imputa culpa da crise aos trabalhadores".

A CUT vai enviar um ofício à presidenta Dilma Roussef solicitando uma audiência para demonstrar o descontentamento dos trabalhadores com as medidas. A central também vai divulgar propostas alternativas.

Apesar das críticas ao pacote de medidas, Wagner Freitas disse que a CUT e entidades coligadas apoiam o mandato da presidenta Dilma Rousseff. "O mandato é legítimo e tem de acabar em 2018 para que o Brasil não tenha condições piores do que essas”.

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Suíça está impressionada com a coragem da luta contra a corrupção no Brasil

Para procurador suíço Michael Lauber, brasileiros estão lutando com a convicção e com a certeza de estar fazendo a coisa certa.


O Ministério Público da Suíça elogiou o trabalho da Procuradoria-Geral da República do Brasil e diz estar "impressionado com a coragem" da luta contra a corrupção no MP Brasileiro. Em discurso realizado nesta manhã em Zurique, Michael Lauber, procurador-geral da Suíça, fez questão de citar o caso de corrupção da Petrobrás na abertura da reunião anual da Associação Internacional de Procuradores. Rodrigo Janot, procurador-geral da República, estava programado para fazer um discurso, mas acabou cancelando a viagem diante de sua posse.

Estamos impressionados pela coragem deles (brasileiros )", disse Lauber. "Eles lutam com convicção e com a certeza de estar fazendo a coisa certa, com o respeito ao estado de direito", completou. Brasil e Omã foram os únicos países mencionados no discurso a um plenário para procuradores de todo o mundo.

A colaboração entre o Brasil e a Suíça permitiu o congelamento de mais de US$ 400 milhões em contas relacionadas com os ex-funcionários da Petrobrás. " Queremos lutar contra a corrupção de forma séria ", disse Lauber. " Contribuímos, portanto, com diversos países e sabemos que isso é crucial para levar casos adiante ", afirmou. Porém, o governo suíço também afirma que outras praças financeiras receberam valores potencialmente superiores aos que foram depositados nos bancos do país alpino em propinas relacionadas ao esquema de corrupção na Petrobrás.

"Sabemos que há mais dinheiro fora daqui", disse o responsável pelo Departamento de Direitos Internacional da chancelaria suíça, Valentin Zellweger. Segundo ele, outras praças financeiras têm ainda mais dinheiro que a Suíça cuja origem seria o esquema na estatal brasileira. "Mas elas não comunicam", declarou.
Questionado sobre como os bancos acabaram aceitando esses milhões de dólares de ex-executivos da Petrobrás sem questionamentos, o embaixador insistiu que a estrutura montada foi "sofisticada". Segundo ele, o dinheiro depositado passou por várias sociedades antes de chegar até as contas na Suíça. Zellweger insistiu que era difícil ver em muitas ocasiões que o dinheiro se referia a pessoas politicamente expostas.
Mas ele mesmo admitiu que o sistema financeiro suíço precisa "fazer mais" para evitar tais situações. "Não temos um sistema 100% limpo. Mas nosso objetivo é o de minimizar os riscos", disse.

Ouça Os Pingos nos is Edição completa desta Segunda-Feira 14/09/2015

Para você que não consegui Ouvir Os Pingos nos is ao vivo, disponibilizamos o áudio do programa gravado ao vivo, nesta segunda-feira 14/09/2015.



Destaques da Edição completa dos Pingos nos is 14/09/2015


-O governo decidiu cortar 26 bilhões de reais em seus gastos, além de aumentar impostos, como o IOF - que não depende de aprovação do Congresso -, e de propor a recriação da CPMF.
- O reajuste dos servidores públicos da União previstos para o ano que vem será adiado de janeiro para agosto. A implementação será por meio de projeto de lei. Impacto previsto é de R$ 7 bilhões.
- Governo quer eliminar o chamado abono de permanência, pago aos servidores que adquirem as condições de aposentadoria mas optam por permanecer no trabalho.
- Governo quer aprovar uma lei para melhor disciplinar a aplicação do teto de remuneração do setor público, que deve equivaler ao salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal.
- Governo pretende renegociar contratos com serviços como aluguel, segurança e veículos, limitar gastos com diárias e passagens de servidores e reduzir ministérios e cargos de confiança.

-FGTS vai passar a cobrir despesas com a faixa 1 do programa Minha Casa Minha Vida, hoje financiado exclusivamente pela União.
- Parte das emendas parlamentares deverá ser direcionada necessariamente a programas do PAC, reduzindo a despesa da União com o programa sem afetar os recursos disponíveis para as obras.
- Parte das emendas parlamentares deverá cobrir despesas com saúde para que o governo economize sem prejudicar o nível de gastos exigido constitucionalmente no setor.
- Levy diz que entre as novas fontes de receita, o governo vai focar no Imposto de Renda sobre o ganho de capital das pessoas físicas, imposto que será cobrado quando alguém aliena um bem.
- Levy anunciou também mudanças na redução de impostos das empresas que apostam em inovação.
- A decisão da Alemanha de reinstaurar os controles fronteiriços no domingo teve um efeito dominó rápido, forçando vizinhos a fechar suas próprias fronteiras, enquanto milhares de refugiados seguiam para o norte e o oeste da Europa. O comentarista Caio Blinder falou sobre o tema.
- Em Moscou, o vice-presidente Michel Temer afirmou nesta terça que a presidente Dilma Rousseff está "se recuperando" e que certamente terminará o mandato.
- O presidente da Câmara, Eduardo Cunha, devolveu hoje o pedido de impeachment contra Dilma Rousseff apresentado há alguns dias pelo jurista Helio Bicudo, fundador do PT.

Ouça Os Pingos nos is Edição completa ao vivo

Confira a edição completa de Os Pingos nos Is desta sexta-feira 11/09/2015


Confira os destaques da edição completa de Os Pingos nos Is


Reinaldo Azevedo, Patrick Santos e Victor LaRegina comentaram os principais assuntos desta edição completa em "Os Pingos nos Is". Em seu editorial de o comentarista político Reinaldo Azevedo falou sobre uma reportagem do jornal Folha de São Paulo informando que a presidente Dilma Rousseff abriu a temporada de caça a um chefe da Casa Civil.

O delegado da Polícia Federal Josélio Azevedo de Sousa solicitou que o ex-presidente Lula seja ouvido em inquérito no Supremo que trata da Operação Lava Jato. A informação consta de relatório entregue ontem pela PF à Suprema Corte do país. No texto, o delegado reconhece que não há provas do envolvimento direto de Lula, porém citou eventuais indícios sobre o papel do ex-presidente no esquema.

Em relatório enviado ao Supremo, a Polícia Federal afirma que a Operação Lava Jato encontrou elementos que apontam que o ex-presidente da Petrobras José Sergio Gabrielli tinha amplo conhecimento do mega esquema de corrupção instalado na estatal, e que utilizou o propinoduto em benefício do PT.

Em depoimento à Polícia Federal, o ex-deputado Pedro Henry, do PP do Mato Grosso, afirmou que a nomeação do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa pode ter sido tratada pela cúpula do PT com o ex-ministro José Dirceu. Henry, no entanto, disse que não discutiu a questão com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Confira a edição completa de Os Pingos nos Is.

Eduardo Cunha (PMDB) rejeitou analisar pedido de impeachment de Dilma

Oposição e setores do PMDB ainda não têm segurança se há votos suficientes para abrir um processo de afastamento contra Dilma na Câmara.

Mesmo rompido com o Planalto, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), afastou a hipótese de avaliar, pelo menos nesta semana, um pedido de afastamento de Dilma. Cunha disse que decidirá no tempo da técnica e da responsabilidade. Não no tempo da especulação. Todos sabemos que as dificuldades econômicas aceleraram e muito o processo de desgaste da presidente Dilma Rousseff, mas a oposição e setores rebelados do PMDB ainda não têm segurança se há votos suficientes para abrir um possível processo de impeachment contra ela na Câmara.

Caberá a Eduardo Cunha, como presidente da Câmara, arquivar ou dar continuidade aos requerimentos de impeachment que chegaram à Casa, avaliando se têm consistência. Para que o processo siga adiante, sendo enviado ao Senado (que avalia a cassação), é necessária a aprovação de dois terços dos deputados (342).

Governistas e oposicionistas aumentaram seus esforços para angariar votos de um lado e de outro, ali, nos bastidores. Com a ajuda da bancada do PT, a Casa Civil mapeia os setores mais sensíveis da base aliada no Congresso. Conferem os cargos ofertados a cada deputado e senador e cobram fidelidade.
Eduardo Cunha (PMDB)

A oposição ainda não definiu qual texto de pedido de impeachment adotará como principal. Desde o começo do ano, já foram apresentados 17 requerimentos para afastar Dilma. Segundo o líder da minoria na Câmara, Bruno Araújo (PSDB-PE), uma decisão deve ser tomada até quinta-feira, 17.

A tendência, segundo Araújo, é utilizar o pedido de impeachment do jurista Hélio Bicudo, fundador do PT. "É uma peça carregada de uma simbologia, além do fato de que as informações preliminares são de que é uma peça politicamente muito bem elaborada", disse.

Apesar de estar na linha de frente pelo impeachment, a oposição permanece na dependência do aumento da adesão do PMDB. A ala rebelada do PMDB também avalia como improvável qualquer avanço do impeachment nesta semana, já que Temer e a maioria dos ministros peemedebistas encontra-se em viagem ao exterior.

Agora você pode ouvir os Pingos Nos Is ao vivo em mais 28 Cidades Brasileiras

Os Pingos nos Is estreia em 28 cidades do Brasil nas afiliadas da Jovem Pan FM


As cidades que agora contam com o Programa Os pingos nos is ao vivo pela rede jovem Pan são: Aracaju, São Luiz, Natal, Goiânia, Maceió, Mananus, Taubaté, Presidente Prudente, Feira de Santana, Dracena, Uberaba, Santos, Barretos, Londrina, Avaré, Barra Bonita, Campinas, Capão Bonito, Catanduva, Criciuma, Joaçaba, Osório, Patos de Minas, São Sebastião, Venâncio Aires, Jacarezinho, S. João Boa Vista, Itaperuna.

Esta foi um das maiores novidades do mês de Setembro na grade de programação de emissoras afiliadas da Jovem Pan. O Programa ‘Os Pingos nos Is’, invadiu as ondas do rádio de outros locais do Brasil e passou a ser transmitido para mais 28 emissoras da Jovem Pan FM. Até então, o programa, na frequência FM, era ouvido apenas por ouvintes de São Paulo.

Um dos carros chefe da Jovem Pan, o programa ‘Os Pingos nos Is’, revolucionou o jeito de noticiar política e economia no rádio. Focado em abordar os temas de uma forma leve, em um formato de bate papo, e discussão aberta, em que vale ouvir a opinião e os comentários de cada apresentador e também de ouvintes – que interagem pelo Viber – ‘Os Pingos nos Is’ alcançou, em menos de um ano no ar, a liderança da audiência em seu horário de exibição.

Apresentado por Reinaldo Azevedo, Patrick Santos e Vitor LaRegina, ‘Os Pingos nos Is’ tem a constante preocupação em explicar aos ouvintes, de forma simples e com a marca de credibilidade da Jovem Pan, o que está sendo noticiado, fugindo assim, do formato mais comum desse tipo de noticiário, que despeja números, declarações e dados, sem analisá-los.

‘Os Pingos nos Is’ é transmitido de segunda a sexta, ao vivo, das 18h às 19h, na rede Jovem Pan AM, Jovem Pan News e FM. Reprises do programa vão ao ar das 20h às 21h, na Jovem Pan FM de São Paulo, e às 03h na rede Jovem Pan AM e Jovem Pan News.
Os Pingos nos Is

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Agências de classificação não têm nada que se meterem no Brasil

Essa crise, em certa medida é forjada. Enquanto a agência fica com essas firulas, a população está consumindo.


Sim caro leitor, estas duas frases acima,  foram ditas pelo líder do Governo, Deputado José Guimarães (PT-CE), que mostrou um certo menosprezo com o papel da agência e chamou de "firulas" as decisões da agência sobre o Brasil, segundo informações do jornal O Globo.

Essas agências não têm nada que se meterem no Brasil, deviam estar preocupadas com a vida delas, não com o nosso Brasil. Essa crise, em certa medida é forjada. Enquanto a agência fica com essas firulas, a população está consumindo. Elas prestam um desserviço ao Brasil, não têm que ficar dando pitaco na vida interna do Brasil. Essas análises não deveriam nem ser levadas em conta, isso não tem a menor importância – disse o líder do governo", afirma
deputado José Guimarães (PT-CE)

Já o senador Romero Jucá (PMDB-RR) afirmou considerar um "fato positivo" a agência de classificação de risco Standard & Poor's não ter rebaixado diretamente a nota do Brasil. Para o peemedebista, a decisão da S&P é mais um aviso, uma leitura do mercado que precisa ser levado em conta. Ele disse que é preciso que o governo proponha medidas estruturantes para estimular a economia do País.

O iminente rebaixamento mostra que o ministro (da Fazenda) Joaquim Levy tinha razão quando defendia a manutenção ou até o endurecimento das metas. Com o endividamento público crescente, era hora de apertar o cinto, comentou o deputado. O líder chamou o ministro da Fazenda de "ilha isolada de razão no mar da irresponsabilidade petista", afirmou.

Já o ex-presidente do PSDB de Minas, deputado Marcus Pestana, diz que a avaliação é uma dura realidade. "A presidente Dilma vive em outro planeta. A S&P vive na terra, e não em Marte, se baseia na realidade para emitir suas avaliações para os investidores. Enquanto isso a princesa alienada, na sua mais completa solidão, passa a criar teorias da conspiração como culpar a Lava-Jato pela queda do PIB", afirmou.

Os Pingos nos Is desta terça-feira 28/07/2015 ouça a edição completa

Agora você pode ouvir Os Pingos nos is desta terça 28/07/15



Confira a edição completa de "Os Pingos nos Is" desta terça-feira (28/07/2015)

Reinaldo Azevedo, Patrick Santos e Liliana Pinheiro comentaram os principais assuntos desta terça-feira (28) em "Os Pingos nos Is". Em seu editorial de abertura, Reinaldo Azevedo falou sobre a reunião da presidente Dilma nesta segunda passada dia (27) em que ela tentou afastar a possibilidade de impeachment e a intenção de se reunir com governadores na quinta-feira dia 30.
Ouvir os Pingos nos is ao vivo



segunda-feira, 27 de julho de 2015

Pingos nos Is Ao Vivo Rádio Jovem Pan Aplicativo Android e Apple

Pingos nos Is Ao Vivo Rádio Jovem Pan Aplicativos para Download


Rádio Jovem Pan, sua rádio preferida está no Android e o IOS. Baixe agora, um aplicativo completo com tudo o que faz da Jovem Pan a estação de rádio mais conhecida do país. Além da programação completa você poderá ouvir todas as rádios da rede Jovem Pan e ainda participa das promoções da rádio.

Não consegue ouvir o Programa Os Pingos nos is? Baixe os aplicativos em seu Smartphone e fique bem informado, com a melhor análise, com Reinaldo Azevedo nos Pingos nos is.

Baixe Aqui para Android. http://bit.ly/1LOshlm
Baixe aqui para Ios. http://apple.co/1MSxYgC

A melhor análise sobre a política do Brasil com Reinaldo Azevedo, Patrick Santos e Victor LaRegina.

Estou Cansado de Mentiras e Safadezas - Disse Lula

Lula se diz Cansado de Mentiras e Safadezas! Nós Também Lula!!!

Luiz Inácio Lula da Silva, ex-presidente da República, diz estar “cansado de mentiras e safadezas”. Uau! E nós, então, né? E o Brasil? É isto mesmo, Lula! Chega de mentiras e safadezas! Ele fez essa declaração insólita na posse do novo presidente do Sindicado dos Bancários do ABC, informa Andréia Sadi, na Folha deste sábado. Que diabos Lula fazia lá? Ora, o tal sindicato é um braço do PT e atua segundo seus interesses. Essa mistura entre partido e sindicalismo, diga-se, está na raiz de muita… mentira e safadeza!!!

Lula repetiu o conteúdo de vídeo indigno que circula nas redes sociais, feito pelos “companheiros”, que associa antipetismo a nazismo. Já escrevi a respeito. Com aquela capacidade de ler a história que só ele demonstra, afirmou:
“Tenho a impressão de que. muitas vezes. a gente vê na televisão e parece os nazistas criminalizando o povo judeu. Parece os romanos criminalizando os cristãos, parece os fascistas criminalizando o povo italiano, parece tantas outras perseguições.”

Não sei o que é mais chocante: se a arrogância, se a ignorância abissal.

Não tem jeito, não! Essa gente já não aprende mais nada. O ciclo de despetização do Brasil teve início. Infelizmente, será um processo lento. Mas inexorável. E deem uma coisa como certa: eles quebraram a cara no esforço de instituir, na prática, um regime de partido único, em torno do qual se multiplicariam irrelevâncias.

O projeto do PT já era, felizmente! E, como se nota, os petistas não aprenderam nada e ainda esqueceram as suas táticas mais eficazes de manipulação. Pior para eles. Bom para o país.

Os Pingos nos Is sexta-feira 24/07/2015 ouvir ao vivo

Agora você pode ouvir o programa gravado ao vivo. Os Pingos nos is do dia 24/07/2015


  Reinaldo Azevedo, Patrick Santos e Liliana Pinheiro comentaram os principais assuntos desta sexta-feira (24) em "Os Pingos nos Is".

Em seu editorial de abertura, Reinaldo Azevedo falou sobre a "intenção" da presidente Dilma Rousseff de se aproximar da oposição para tentar barrar um pedido de impeachment.
Reinaldo Azevedo, Patrick Santos e Victor LaRegina comentaram os principais assuntos do dia. Rádio Jovem Pan SP - Segunda a Sexta as 18h

programa gravado ao vivo. Os Pingos nos is

Os Pingos nos is ao vivo desta quinta-feira 23/07/2015

Áudio Os Pingos nos Is de quinta-feira 23/07/2015
Reinaldo Azevedo, Patrick Santos e Victor LaRegina comentaram os principais assuntos políticos da quinta-feira (23) em "Os Pingos nos Is". No editorial de abertura, Reinaldo Azevedo falou sobre o início da distribuição da "pílula do dia seguinte" contra a Aids, iniciada nesta quinta. Reinaldo Azevedo, Patrick Santos e Victor LaRegina comentaram os principais assuntos do dia. Rádio Jovem Pan SP - Segunda a Sexta as 18h

sábado, 18 de julho de 2015

Edição completa de Os Pingos nos Is 17/07/2015

Ouça a gravação do Programa ao vivo Os Pingos nos is.

Nesta Sexta dia 17/07/2015 - Reinaldo Azevedo comenta as principais notícias do País. De uma forma, clara e direta.


Reinaldo Azevedo, Patrick Santos e Victor LaRegina comentaram os principais assuntos desta sexta-feira (17) em "Os Pingos nos Is". Em seu editorial de abertura, Reinaldo Azevedo falou sobre a entrevista coletiva do presidente da Câmara Eduardo Cunha, que anunciou sem rompimento pessoal com o Governo (saiba mais no editorial completo).

Reinaldo Azevedo, Patrick Santos e Victor LaRegina comentaram os principais assuntos do dia. Rádio Jovem Pan SP - Segunda a Sexta as 18h

Receba em seu Email:

Digite seu Email:

Entregue por FeedBurner

Postagens Populares

Arquivo

Tecnologia do Blogger.

Mais Popular